Jornal Extra investiga narcotráfico na América do Sul e conta bastidores no Twitter

O jornal carioca Extra (@JornalExtra) investigou durante seis meses como os traficantes de Bolívia, Brasil, Paraguai e Peru formaram o Narcosul, o mais poderoso bloco de narcotraficantes do mundo, que movimenta R$ 21 bilhões por ano e emprega 30 mil pessoas.

A série de reportagens Embaixadores do Narcosul, que teve financiamento do Instituto Prensa y Sociedad (@Ipys), vai ser publicada a partir de domingo, dia 25. O jornalista Guilherme Amado (@Guilherme_amado) cruzou informações públicas e sigilosas dos quatro países e dos Estados Unidos para mostrar detalhes inéditos das engrenagens das quadrilhas e o modo de atuação de oito organizações criminosas.

Acompanhe os detalhes e os bastidores da reportagem no Twitter com a hashtag #Narcosul. Na sexta-feira, dia 30, Guilherme Amado, vai conversar com você sobre o que ele descobriu ao longo dos seis meses de apuração. Use #BastidoresNarcosul e participe!