9 anos e contando

Por ‎@gabrielstricker‎
Sexta-feira, 20 Março 2015

No nosso marco de 9 anos, continuamos a dizer que o Twitter só se tornou o que é hoje por causa dos nossos usuários. Afinal, é por causa de vocês que temos ferramentas como os marcadores (hashtags) e melhores práticas como tweetar ao vivo. Hoje, esses são elementos criaram raízes no Twitter e são parte da linguagem cultural popular.

Como forma de agradecimento, hoje voltamos no tempo para alguns dos momentos mais marcantes que vocês criaram – momentos que definem nossa história, e quem sabe também a de vocês.

A história do Twitter por meio de Tweets

O co-fundador Jack Dorsey tweetou pela primeira vez, quando o serviço ainda era conhecido como “Twttr.”

Um de nossos primeiros usuários, Chris Messina propôs o uso de marcadores (hashtags) para mostrar pessoas presentes no mesmo evento ao vivo.

Quando a Phoenix Mars Lander encontrou gelo em Marte, a NASA usou o Twitter para dar a notícia em primeira mão:

Um de nossos primeiros usuários, Janis Krums estava por acaso em uma balsa quando um avião pousou no rio Hudson.

Em uma ação inédita para a realeza, Clarence House, um dos escritórios do príncipe Charles, criou uma conta no Twitter para anunciar o noivado entre o príncipe William e a Kate Middleton.

Em uma madrugada, Sohaib Athar inadvertidamente tweetou ao vivo o ataque surpresa à mansão do Osama bin Laden no Paquistão.

Antes de aparecer publicamente para falar sobre sua segunda vitória presidencial, o presidente Obama tweetou. E, em poucas horas, este se tornou o maior Retweet do ano.

Duas bombas abalaram a Maratona de Boston – e o mundo. Assim que a notícia da explosão e da caça aos suspeitos se espalhou, o Twitter se tornou crucial para jornalistas, para a polícia e para os cidadãos interessados.

O Twitter fica evidenciado como a companhia perfeita para a TV pelo Tweet mais retweetado até hoje: @TheEllenShow e as fotos do Oscar repletas de estrelas.

Assim que a notícia sobre o ataque à revista francesa Charlie Hebdo foi revelado, pessoas de todo o mundo foram para o Twitter. O Tweet de @JoachimRoncin logo virou um grito a favor da liberdade de expressão.

Quanto a nós, continuaremos agradecendo e celebrando vocês nos anos que estão por vir, conforme vocês usam o Twitter para refletir tanto o mundo como um todo quanto o mundo ao seu redor.