Empresa

Protegendo e apoiando os jornalistas durante a COVID-19

Por ‎@Vijaya‎
Terça-feira, 24 Março 2020

Em todo o mundo, temos visto nosso serviço levar às pessoas o acesso a informações de saúde pública que as ajudam a se proteger e a zelar por seus entes queridos. Esse trabalho só pode ser bem-sucedido se as pessoas tiverem acesso às notícias e aos dados de que necessitam.

Neste momento, todo jornalista é um jornalista que cobre COVID-19. Desde as histórias dos profissionais de saúde na linha de frente até a análise do custo humano e econômico real da pandemia, repórteres de todo o mundo ainda estão na ativa, se expondo a danos e nos apresentando os fatos. O jornalismo é essencial para o nosso serviço e temos uma profunda responsabilidade de proteger esse trabalho. Nesta semana, estamos contribuindo com duas importantes organizações que estão trabalhando incansavelmente para defender os valores fundamentais de uma imprensa livre durante esta pandemia.

Estamos doando um milhão de dólares distribuídos igualmente entre o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ - Committee to Protect Journalists) e a Fundação Internacional das Mulheres na Comunicação Social (IWMF - International Women’s Media Foundation). Esses fundos serão usados para garantir que essas organizações possam dar continuidade aos seus trabalhos em face de novas dificuldades econômicas e para apoiar diretamente os jornalistas. Os esforços compartilhados dessas organizações para defender os direitos dos repórteres vulneráveis e garantir uma participação igualitária na voz das mulheres na indústria nunca foram tão relevantes.

"Somos gratos pelo generoso apoio do Twitter. Nossos esforços no CPJ concentram-se em garantir que os jornalistas de todo o mundo tenham as informações e os recursos necessários para cobrir a pandemia de COVID-19 com segurança. E estamos pressionando os governos que estão censurando as notícias e restringindo o trabalho da imprensa. Precisamos de informações precisas e oportunas que fluam dentro dos países e além das fronteiras, para que líderes políticos, especialistas em políticas de saúde e o público em geral possam tomar decisões informadas neste momento crítico." — Joel Simon, diretor executivo do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

"No momento, há uma grande necessidade de apoiar nossa comunidade de jornalistas que cobre e lida com essa pandemia global. Com base em nossas décadas de trabalho com jornalistas que operam em ambientes perigosos e difíceis, a IWMF entende o importante papel que a segurança tem. Graças ao incrível apoio do Twitter, a IWMF poderá atender às necessidades de nossa comunidade de jornalistas de maneira mais profunda e robusta. Ao apoiar jornalistas de diversas comunidades, podemos, juntos, dar suporte às notícias mais representativas neste momento de tantas mudanças." — Elisa Lees Muñoz, diretora executiva da Fundação Internacional das Mulheres na Comunicação Social (IWMF).

A COVID-19 está presente no mundo há meses, mas o poder do vírus agora está sendo sentido em todos os cantos do globo. Estamos testemunhando conversas públicas em tempo real sobre um problema que conecta todos nós em um nível humano essencial, e nosso objetivo nunca foi tão forte. Continuaremos a trabalhar com nossos parceiros à medida que a crise evolui e somos gratos por sua liderança jornalística e comprometimento com o poder da notícia.

Para mais informações, por favor siga @TwitterForGood, @pressfreedom, e @IWMF.

Para ver todas as iniciativas do Twitter em resposta a COVID-19, entre no site covid19.twitter.com.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.