Empresa

Como acompanhar as #Eleições2020 no Twitter

Por Twitter Brasil
Quinta-feira, 15 Outubro 2020

O Twitter é o lugar em que as pessoas vão para ver e acompanhar conversas em tempo real sobre assuntos que as interessam - e, quando o assunto são as eleições municipais no Brasil, o papel da plataforma se torna ainda mais relevante. Sabendo disso, preparamos uma série de iniciativas para facilitar que você encontre e participe dessas conversas, além de ter acesso a notícias em tempo real e a oportunidade de ser parte dos debates sobre as propostas dos candidatos para a prefeitura da sua cidade. Abaixo listamos nossas ações para trazer para você conteúdos de qualidade em áreas dedicadas ao tema que simplificarão a busca e o acesso a informação no Twitter durante as #Eleições2020.

  • Disponibilizamos uma página especial principal sobre as #Eleições2020, atualizada em tempo real, com duas abas: uma com um panorama geral do que está acontecendo em torno do tema no momento e outra com comentários em destaque, de contas selecionadas. Além dela, temos também outras 10 páginas especiais com recorte estadual, nas quais são exibidos Tweets de contas selecionadas falando sobre as eleições na capital e nas nove cidades com o maior número de eleitores em cada um desses estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. O link para essas páginas pode ser visualizado na aba Explorar ou no topo da sua página inicial - no caso das páginas estaduais, a exibição só acontece na aba Explorar das pessoas localizadas em cada um desses estados. Exemplo: se você estiver em Minas Gerais, só verá o link para a página especial de Minas, e assim por diante. Cada pessoa terá uma experiência diferente dependendo de sua localização.
  • Também temos uma página de curadoria focada em prestação de serviço com todas as informações que você precisa saber sobre o pleito deste ano: das medidas de saúde pública para votar durante a pandemia a orientações sobre como proceder em determinadas situações.
  • Criamos 22 listas de perfis relacionadas às eleições, que são sugeridas pelo Twitter na página inicial das pessoas que usam a plataforma e também nos Moments e páginas especiais dedicadas ao tema. São 10 listas estaduais (com contas locais de Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo), uma nacional (contas nacionais), uma com autoridades eleitorais (como TREs e TSE, entre outras) e mais 10 focadas em temas de interesse da população, como saúde, meio-ambiente e pautas sociais, por exemplo.
  • Levaremos, em parceria com a empresa de mídia out-of-home Otima, dados relacionados às conversas sobre as #Eleições2020 a painéis digitais espalhados pelas cidades de Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo. Essas informações serão atualizadas semanalmente.
  • Fizemos parcerias com veículos de imprensa para a realização de debates, entrevistas e outras iniciativas relacionadas a trazer notícias e conteúdos de qualidade sobre as eleições para o Twitter. Para ficar por dentro de todas elas, siga a conta do @TwitterBrasil, que trará novidades ao longo do período. Por enquanto, já sabemos que teremos:

-> O Estadão (@Estadao) fará 11 sabatinas com os candidatos à prefeitura de São Paulo (SP) que serão transmitidas ao vivo no Twitter e destacadas nas respectivas páginas especiais estaduais. As sabatinas acontecerão a partir do dia 15 de outubro, sempre às 14h30, e terão uma hora de duração. Perguntas da sociedade civil serão gravadas e usadas nesses eventos.
O veículo também fará um debate no dia 10 de novembro, às 11 horas da manhã, com transmissão no Twitter e um bloco com perguntas enviadas pelas pessoas na plataforma.

-> Além disso, o UOL (@UOL) já está com uma ação no ar no Twitter para perguntar aos eleitores de capitais brasileiras qual é a questão que esperam que os futuros prefeitos resolvam em suas cidades. Para acompanhar e participar dessas conversas, basta usar a #MinhaCidadePrecisa.

-> O SBT News (@sbtnews) entrevista 10 candidatos à prefeitura de São Paulo e cinco do Rio de Janeiro e terá sempre uma pergunta exclusiva vinda do Twitter.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.
Este Tweet está indisponível.

-> A Band (@BandTV) terá Tweets na tela e contador de Tweets durante seus debates do segundo turno para prefeitura do Rio de Janeiro e de São Paulo.

-> A CNN (@CNNBrasil) também transmitirá as sabatinas para prefeitura de Rio, São Paulo, Porto Alegre, Salvador e Belo Horizonte no Twitter. Isso ocorre entre os dias 13 de outubro e 12 de novembro.

Estimulando as conversas sobre o tema

Para incentivar e reunir conversas sobre as eleições na plataforma, o Twitter também lançou dois emojis exclusivos. Um deles será ativado a partir do uso da hashtag #Eleições2020, para estimular os mais diversos debates em torno do tema. O segundo é relacionado ao voto. Com a proposta de transmitir à população a força de sua escolha nas urnas, a mensagem de #SeuVotoTemPoder destaca a importância da participação popular no processo eleitoral e é parte da campanha do TSE sobre o tema.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Conversas saudáveis e informações confiáveis

O Twitter lançou em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (@TSEjusbr) um recurso que dá às pessoas mais acesso a informações sobre as #Eleições2020. Na busca por termos relacionados ao tema na plataforma, o primeiro resultado da pesquisa, apresentado no topo da lista, é uma notificação com um link para página do TSE com dados úteis sobre o processo eleitoral e as medidas sanitárias para a prevenção de Covid-19 no dia da votação. O serviço tem como intuito deixar a população mais informada a respeito do tema.

Também na linha de promover conversas mais saudáveis e de qualidade na plataforma, foram realizadas sessões de treinamentos para as equipes de comunicação do TSE e dos TREs sobre as melhores práticas do Twitter, além de treinamento para magistrados e servidores dos TREs, com explicações sobre o funcionamento da plataforma, as políticas da comunidade e aspectos práticos de contencioso eleitoral.

Além disso, o Twitter dá continuidade e reforça seu esforço contínuo para proteger o debate público. Mais especificamente sobre eleições, nosso trabalho nessa frente passa por:

  • Proibição global de veiculação de propaganda eleitoral paga.
  • Lançamento da Política de Integridade Cívica, focada no pleito, que proíbe conteúdos com informações enganosas sobre como participar, que tenham por objetivo suprimir o voto e/ou intimidar pessoas, e afiliação falsa ou enganosa.
  • Adesão ao programa de enfrentamento à desinformação do TSE, com canal direto com partidos políticos, autoridades e grupos da sociedade civil para que possam nos trazer à atenção qualquer eventual tema.
  • Apoio a projetos de checagem de fatos, como o Comprova.

Entre as ações contínuas, válidas também para além do período eleitoral, estão:

  • Parceria em projetos de educação midiática, como as cartilhas com a Unesco e a OEA.
  • Aplicação da Política de Mídia Sintética e Manipulada, lançada em março deste ano e desenvolvida após um processo de consulta pública, para fazer frente aos chamados deepfakes e a mídias distorcidas com o objetivo de enganar as pessoas.
  • Inclusão de novos avisos e alertas a Tweets para dar mais contexto às pessoas quando identificarmos que Tweets trazem informações questionáveis que podem confundir as pessoas.
  • Combate a automações mal intencionadas e outros tipos de manipulação de plataforma, com foco em cada vez mais identificar proativamente contas e comportamentos problemáticos em vez de esperarmos por uma denúncia.
  • Além disso, temos regras que determinam os conteúdos e comportamentos permitidos na plataforma. Quando há violação a nossas regras, tomamos as medidas cabíveis.

Sabemos do importante papel que ocupamos na sociedade em momentos de debates de interesse público, como é o caso de uma eleição. Queremos que você tenha segurança, acesse informações de credibilidade, encontre o que procura, dê sua opinião e tome decisões ainda mais fundamentadas com a ajuda do Twitter.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.