Empresa

Relatório de Inclusão, Diversidade, Equidade e Acessibilidade de 2021

Por Dalana Brand
Quarta-feira, 12 Janeiro 2022

Crescemos ao apoiar o próximo

Para a edição 2021 do nosso Relatório Anual de Inclusão e Diversidade, trouxemos como tema “Crescemos ao apoiar o próximo”. Isso porque, ao longo da nossa jornada, o progresso exigiu que nunca perdêssemos de vista as pessoas e comunidades para as quais fazemos este trabalho. Durante todo o ano, nos concentramos em aplicar a equidade em todas as etapas do ciclo dos nossos colaboradores: recrutamento e contratação, integração, remuneração e transparência salarial, aprendizado e desenvolvimento, além de nosso trabalho de cultivar um ambiente verdadeiramente inclusivo entre equipes e diferentes regiões geográficas – mantendo nossos BRGs (Grupos de X) no centro de todos os processos. No geral, endereçamos nossa abordagem e, embora ainda tenhamos muito trabalho a fazer, estamos orgulhosos de todo o progresso em 2021. Veja mais detalhes abaixo.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Representatividade importa*

Em 2020, anunciamos novas metas robustas para 2025. Pelo menos metade da nossa força de trabalho global será de mulheres e pelo menos um quarto de nossa força de trabalho nos Estados Unidos será composta por minorias sub-representadas (especificamente negros, latinos, nativos americanos, do Alasca ou havaianos/ilhas do Pacífico ou multirraciais). Para ajudar a impulsionar a responsabilidade da liderança em 2021, anunciamos que a remuneração anual de nossa equipe executiva estará vinculada, em parte, às suas contribuições para atingir essas metas de representatividade nas equipes. Confira os números mais recentes em nossa página de diversidade (atualizada trimestralmente). Aqui estão alguns destaques de 2021, um ano em que muitas empresas estão experimentando quedas entre as mesmas populações:

  • Representação de mulheres globalmente: de 42,7%, em janeiro, para 44,5%, em dezembro
  • Representação de pessoas negras nos EUA: de 6,9%, em janeiro, para 44,5%, em dezembro
  • Representação de latinos nos EUA: de 5,5%, em janeiro, para 7,9%, em dezembro

Taxa de Retenção

  • Funcionários, globalmente: 84%
  • Funcionárias mulheres no mundo: 84%
  • Funcionárias mulheres negras nos EUA: 81%
  • Funcionários lantinos nos EUA: 86%

A representatividade é apenas uma parte desse trabalho. Em 2021, empresas de todos os lugares do mundo foram desafiadas a fazer mais para incluir e reter talentos e o Twitter não foi exceção. Como evidência de nossos esforços –– e para nos responsabilizarmos –– estamos compartilhando pela primeira vez nossa taxa de retenção de funcionários em nossos escritórios ao redor do mundo.

*Esta seção é baseada na auto identificação voluntária do funcionário. As porcentagens podem não somar 100% devido a arredondamentos e à recusa de alguns membros da equipe em divulgar os dados. Inclui funcionários regulares em tempo integral que estavam ativos ou em licença na data efetiva. A liderança inclui diretores e superiores. Técnica é a nossa designação funcional e omite as designações G&A e de vendas. Por enquanto, “minorias sub-representadas” incluem populações negras, latinas, multirraciais e indígenas. “Indígena” inclui populações nativas americanas, do Alasca e havaianas/ilhas do Pacífico. Todos os dados foram coletados até 31 de dezembro de 2021.

Avançando globalmente

De acordo com nossos compromissos de #Diversificação, vimos, durante 2021, a expansão de nossos esforços de Inclusão&Diversidade fora dos EUA. Começamos expandindo a equipe e nomeando líderes de I&D na América Latina e EMEA (Europa, Oriente Médio e África). No Brasil, Camila Bombonato é a primeira brasileira e latina a integrar o time de Inclusão e Diversidade do Twitter, liderando a América Latina no desenvolvimento de novas propostas para a região. Com a expansão, conseguimos fornecer respostas rápidas e específicas para cada região em momentos necessários. Em 2021, isso incluiu esforços contra a Covid-19 no Brasil e na Índia, contra o ódio aos asiáticos e o aumento do racismo no Reino Unido após a Eurocopa, bem como os picos de antissemitismo, ódio árabe e islamofobia testemunhados em 2021.

Encontro global #UntilWeAllBelong

Em setembro, realizamos uma conversa global de 24 horas com diferentes perspectivas chamada #UntilWeAllBelong (Até todos fazerem parte). O evento contou com a participação de funcionários do Twitter do mundo todo e foi uma oportunidade para conversarmos sobre a jornada de inclusão e diversidade da empresa – o que está funcionando, o que não está e como avançamos juntos até todos fazerem parte. Juntos, abordamos importantes tópicos regionais e normalizamos discussões essenciais sobre nossa cultura, diversidade, acessibilidade, equidade e justiça social. Além disso, comemoramos o progresso que fizemos em nossa jornada e tivemos conversas francas sobre o que ainda deve ser feito.

Autoidentificação

Como parte de nossa aceleração global, lançamos um programa de autoidentificação em 2021. Pela primeira vez, expandimos as categorias de autoidentificação voluntária para convidar funcionários de todo o mundo a compartilhar mais sobre sua identidade pessoal única em tópicos como: gênero, identidade de gênero, orientação sexual, raça e/ou país de origem, religião, deficiência, serviço militar, histórico socioeconômico, status de cuidador e outros. Além de fornecer informações valiosas sobre a composição de nosso time e sobre como podemos progredir em direção às metas de I&D de nossa empresa, a autoidentificação ajudará a alavancar novos programas de inclusão regionalmente relevantes e um planejamento de talentos especialmente para comunidades com sub-representação e, finalmente, fortalecer nossa cultura de inclusão no Twitter. A autoidentificação foi emitida para 97% de nossa força de trabalho global, em conjunto com uma pesquisa anônima personalizada utilizada em um pequeno número de mercados (3%).

O lançamento de nosso programa global de autoidentificação também nos permitiu cumprir os compromissos de 2019 (inicialmente atrasados ​​pela pandemia) de coletar e compartilhar dados de representação de três novas populações sub-representadas* no Twitter: veteranos militares (7,3%), pessoas com deficiência (3,3%) e membros do time que se autoidentificaram como da comunidade LGBTQIA+ (13,5%).

Esses resultados correspondem a 72% dos funcionários elegíveis que participaram de nosso novo programa de autoidentificação, finalizado em 5 de novembro de 2021. Ao concluirmos a análise dos dados, esperamos compartilhar uma visão holística sobre a diversidade de nossos funcionários, além do lançamento de novos programas de contratação para aumentar a representação diversa nos escritórios do Twitter ao redor do mundo. 

*Os veteranos militares incluem aqueles que identificaram ou tiveram um familiar imediato que se identificou como veterano. Funcionários com deficiência incluem aqueles que se identificam como uma pessoa com deficiência. Os membros LGBTQIA+ incluem aqueles que se identificaram como lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, assexuais, pansexuais, não-binários, queer, gênero fluido, gênero não conforme ou com orientação sexual diferente de heterossexual que não foi listada.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Aumentando o time

Embora as lacunas na representação de mulheres e pessoas historicamente excluídas e sub-representadas não sejam exclusivas do Twitter, queremos ter certeza de que estamos trabalhando para corrigir problemas em todo o setor e ajudando a capacitar cada membro de nosso time para fazer parte da solução. Veja como foi em 2021:

Princípios para contratações inclusivas

A contratação inclusiva exige um esforço programado, porque mulheres, negros e pessoas com deficiência tradicionalmente não tiveram acesso às mesmas vantagens econômicas, oportunidades educacionais ou caminhos de desenvolvimento de carreira que todos os outros. Em 2021, lançamos um novo treinamento para garantir que cada funcionário entenda os cinco princípios de contratação inclusiva dentro do Twitter:

  1. Sempre contratar o candidato mais qualificado.
  2. Começar com um grupo de candidatos que reflete nossas comunidades.
  3. Garantir um processo de contratação justo e equitativo.
  4. Fazer um mapeamento de candidatos para competências essenciais e nossos valores, contratando-os para adicionar cultura e não para se adequar à cultura.
  5. Conduzir a experiência da entrevista com inclusão e diversidade.

Diversidade na contratação

Dobramos as metas de diversidade em contratação lançando novos treinamentos e recursos para nossa equipe de Aquisição de Talentos. Essa iniciativa exige que, para todas as funções a partir do nível pleno, pelo menos uma mulher seja considerada pelo painel de entrevista como candidata finalista antes que uma oferta possa ser feita e, nos EUA, pelo menos um deve ser negro ou latino. Estamos animados com nosso progresso em 2021, que inclui o aumento nas porcentagem de ofertas aceitas nas categorias: 

  • Mulheres globalmente: de 20,8% para 46%
  • Mulheres nos EUA: de 18,9% para 37,6%
  • Negros nos EUA: de 4,3% para 11,2%
  • Latinos nos EUA: de 2,0% para 10,2%

Encontrando talentos onde quer que estejam

Nossa força de trabalho distribuída está em vantagem competitiva por buscarmos talentos de origens sub-representadas e/ou historicamente excluídas e encontrá-los onde estão. Em 2021, participamos e hospedamos mais de 40 eventos e experiências virtuais para compartilhar histórias e ajudar os talentos a entenderem nossa cultura única no Twitter: #AmeOndeVocêTrabalha. Além disso, promovemos iniciativas para incorporar práticas de diversidade na forma como contratamos e desenvolvemos talentos; lideramos conversas sobre mulheres na tecnologia; e trabalhamos com foco na equidade racial. No Brasil, lançamos um programa de estágio voltado para a comunidade negra e outros grupos sub-representados.

Investindo em talentos emergentes

Investir na próxima geração de líderes é nossa responsabilidade. Isso garante que comunidades historicamente excluídas e sub-representadas estejam equipadas com o conhecimento e as habilidades para o sucesso em suas carreiras. Este ano, estivemos presentes virtualmente em faculdades e universidades para comandar sessões informativas, bate-papos e treinamentos de orientação profissional. Também hospedamos programas para oferecer oportunidades e experiência prática para estudantes mulheres e/ou LGBTQIA+ e pessoas de origens historicamente excluídas em nosso setor.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Cultivando a inclusão

Transparência nos salários

Todos os anos, realizamos uma análise de equidade salarial para garantir que todos os funcionários sejam pagos de forma equitativa. Os resultados de nossa análise* mostraram que as pessoas são pagas de forma equitativa no Twitter, com as mulheres ganhando 100% do equivalente recebido pelos homens. A transparência nos salários é importante para o Twitter e existem medidas em andamento para que os próximos passos possam levar a companhia e o setor adiante. Estamos ansiosos para compartilhar mais em 2022.  

Também analisamos qual porcentagem da remuneração geral é ganha por mulheres e pela população sub-representada e descobrimos que, nos EUA, esses grupos obtiveram menor remuneração total. Isso provavelmente se deve em parte a termos menos mulheres e população sub-representada na liderança e em cargos técnicos, funções que podem levar a diferenças salariais. Assim, continuaremos a focar no aumento dessas pessoas nos cargos citados para melhorar a distribuição de remuneração, cultivar condições equitativas e promover a inclusão.

*Os resultados de equidade salarial citados são de dados de remuneração analisados ​​no primeiro trimestre de 2021. A remuneração total inclui salário base, remuneração de incentivo (quando aplicável), bônus de desempenho (quando aplicável) e remuneração em ações.

Benefícios

Reconhecemos que os benefícios são uma maneira importante pela qual os funcionários experimentam a inclusão. Nosso trabalho inclui o programa de Formação Familiar, um benefício global que dará aos colaboradores suporte personalizado, orientado e financeiro para ajudá-los a navegar na jornada individual de iniciar uma família. O apoio financeiro inclui congelamento de óvulos, fertilidade, barriga de aluguel e adoção. Acompanhamento durante o planejamento familiar, gravidez e paternidade também fazem parte desta nova oferta. Além disso, sabemos que o bem-estar e a produtividade também são importantes para nossos funcionários. A partir de janeiro, aumentaremos o reembolso global de bem-estar e forneceremos um valor adicional focado em produtividade para que as pessoas possam realizar suas atividades de onde quer que estejam.

Aprender - nosso primeiro princípio para ser aliado

Criar uma cultura para inclusão e formação de alianças é responsabilidade de cada funcionário - e o primeiro princípio para ​​ser um aliado é aprender. Estar presente e demonstrar solidariedade exige que primeiro nos aprofundemos e façamos o trabalho de aprender – e às vezes desaprender.

Contamos com diferentes recursos e treinamentos de I&D que permitem que as pessoas no Twitter possam participar da jornada em direção à inclusão, aliança e equidade, não importa de onde eles estejam começando. Em 2021, nossas iniciativas incluíram cursos de comunicação saudável, parcerias com especialistas em sessões antirracismo, e a construção de planos de aprendizado personalizados para líderes e suas equipes. Para 2022, contaremos com treinamentos globais sobre anti-racismo, acessibilidade e inclusão de transgêneros.

Desenvolvendo nossos funcionários

Ao longo de 2021, dobramos o compromisso de investir em nossos funcionários, lançando programas de desenvolvimento profissional focados em ações que se concentram em comunidades sub-representadas ou marginalizadas. Em abril, lançamos o Mentori@, um programa que fornece um plano de conexão e orientação para mentores a fim de promover um relacionamento mais equilibrado e equitativo. Também contamos com programas para líderes negros e latinos, como o Programa de Liderança Executiva Negra da McKinsey e o programa de Executivos Emergentes da HITEC; e programas de desenvolvimento de carreira destinado a líderes femininas emergentes, como o WeLead da UCLA Anderson School of Management.

Redes de inclusão

A inclusão em nossa força de trabalho não termina nos BRGs e é por isso que anunciamos recentemente as redes de inclusão para nossos funcionários. Este programa inclui os BRGs e os recém-lançados Grupos de Afinidade.

  • BRGs: No Twitter, nossos Grupos de Recursos Empresariais globais e seus líderes amplificam e capacitam as pessoas e as culturas que fazem do Twitter um lugar onde as histórias e experiências humanas sejam importantes. Todos os anos, os BRGs apoiam nossas metas de contratação de diversidade global e impulsionam o progresso em nossa jornada para ser a empresa de tecnologia mais inclusiva, diversificada e acessível do mundo. Em 2021, anunciamos dois novos grupos: Twitter Árabes e Twitter Indígenas. Hoje, são 11 BRGs, 66 presidentes globais e mais de 80 líderes locais em todo o mundo. No ano passado, eles organizaram mais de 250 eventos em 13 regiões para mais de 3 mil funcionários do Twitter e acumulam quase 2 milhões de seguidores no Twitter. Nosso programa global de BRGs cresceu para se tornar a melhor oferta da categoria e continua a ser um modelo de inclusão, diversidade, equidade e excelência em acessibilidade em todos os setores. 
  • Grupos de Afinidade: são grupos de recursos liderados por funcionários que apoiam o compromisso do Twitter com uma cultura globalmente inclusiva e com o pertencimento e o engajamento dos funcionários. Os grupos se reúnem com base em um interesse ou propósito comum e agregam valor ao negócio trazendo conscientização, educação e conexão. Este ano, lançamos nossos dois primeiros Grupos de Afinidade formais: Twitter Judeus e The Green Team.

Acessibilidade

Em 2021, o Twitter estabeleceu o Centro de Excelência em Acessibilidade para definir metas, impulsionar melhorias e estabelecer parcerias com grupos em nossas principais áreas de negócios a fim de tornar as funcionalidades do Twitter acessíveis a todos. A jornada de acessibilidade do Twitter é centrada em pessoas, sistemas e processos, educação e conscientização.

Pessoas

Nos concentramos em capacitar nossos funcionários em todas as habilidades, liderando e criando conexões e experiências inclusivas. Em 2021, nosso trabalho incluiu parceria com o Dia Mundial de Conscientização sobre Acessibilidade e conversas trimestrais sobre acessibilidade. Em meio a todo o nosso trabalho, ficamos orgulhosos de ser premiados como “Melhor Lugar para Trabalhar para Inclusão de Deficientes” pela Disability:IN.

Sistemas e processos

Integramos a acessibilidade em nossos sistemas, políticas e processos para ajudar a fornecer experiências inclusivas e acessíveis no Twitter. Entre nossas iniciativas em 2021 estiveram o lançamento de testes de acessibilidade para trabalhos criativos, a criação de um processo para avaliar a acessibilidade das ferramentas que compramos de terceiros, e a parceria com nossas equipes internas, como REW, para integrar os requisitos de acessibilidade em nossos critérios globais de seleção de imóveis.

Além disso, a Equipe de Experiência em Acessibilidade trabalhou para integrar a acessibilidade aos processos de desenvolvimento de produtos do Twitter. Entre os resultados desta parceria estão o lançamento de legendas automáticas para vídeos, recursos para Espaços mais acessíveis, colaboração com a comunidade de deficientes em novos emojis do Twitter e novas maneiras de ajudar as pessoas a criar conteúdo inclusivo por meio de descrição de imagem e recursos de texto alternativo.

Educação e conscientização

Estamos capacitando todos os funcionários para criar produtos, experiências e processos mais acessíveis por meio de treinamentos centrados na acessibilidade. Internamente, lançamos práticas recomendadas e recursos para comunicações internas, eventos e apresentações inclusivas ao longo de 2021. Também realizamos um treinamento de acessibilidade para equipes por meio do DesignSensory e lançamos o guia para integrar a inclusão de pessoas com deficiência em campanhas de marketing. Em 2022, daremos continuidade aos nossos esforços lançando um treinamento integrado de melhores práticas de acessibilidade.

Parcerias

Estabelecemos parcerias com organizações sem fins lucrativos como Disability:IN, Business Disability Forum e Valuable 500 para fortalecer nossos esforços e construir uma cultura de inclusão de deficiências no Twitter.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Impacto para além do Twitter

Cultura e comunidade

Ao longo do ano, nossa equipe de Cultura e Comunidade se concentrou em ampliar comunidades historicamente excluídas que usam o Twitter para promover momentos, conversas e movimentos que mais lhes interessam. Em 2021, exaltamos conversas e experiências vividas pela comunidade de pessoas com deficiência; conectamos marcas com propósito às influentes vozes do Twitter; fornecemos acesso antecipado para vozes de diversas comunidades a novos recursos; e realizamos treinamentos internos em torno de conversas sobre as tendências da plataforma e comportamentos de diversas comunidades.

Em 2022, continuaremos focando nas necessidades das influentes vozes do Twitter, trazendo mais oportunidades para ouvir, aprender e melhor apoiá-los. Um programa importante que nos permitirá fazer isto mais rápido, melhor e de forma mais inteligente é o lançamento de nosso Painel de Pesquisa #TwitterVoices, criado para fornecer oportunidades formais de respostas sobre os recentes lançamentos de produtos e/ou melhorias de plataforma.

Marketing inclusivo

Acreditamos que a inclusão é fundamental para o propósito do Twitter de servir à conversa pública e reconhecemos nossa responsabilidade de apoiar a diversidade das pessoas que servimos, assim como nossa capacidade de impulsionar mudanças em toda a indústria. É por isso que, em outubro de 2021, apresentamos nos EUA o #TwitterPrism, um programa para ajudar nossos parceiros publicitários a desenvolver estratégias de marketing mais inclusivas e canalizar verba de mídia para comunidades diversas e historicamente excluídas. Entre as iniciativas estão a realização de treinamentos e o suporte para que as marcas possam entender melhor os aspectos específicos das comunidades com as quais desejam se envolver. Junto com nossos parceiros de marketing e publicidade, podemos usar nosso espaço no serviço para construir um futuro mais equitativo e inclusivo.

Fortalecendo diversidade, equidade e inclusão no Twitter

Lançado em 2020, o #TwitterIgnite (Twitter Impulsiona) é um programa projetado para organizações e instituições que defendem os princípios da diversidade, equidade e inclusão no Twitter. O programa se concentra na capacitação de parceiros para serem altamente eficazes no Twitter, ampliando as ações na plataforma e demonstrando o poder da responsabilidade coletiva através de conversas, ações e mudanças. Em 2021, expandimos nossas parcerias para a região EMEA (Europa, Oriente Médio e África) com foco em questões de justiça social relacionadas a deficiência, religião, LGBTQIA+, raça e mulheres.

Inclusão e diversidade de fornecedores

O Twitter continua empenhado em impulsionar a diversidade, inclusão e acessibilidade em nossa cadeia de fornecedores e, em 2021, mais do que dobramos nossos gastos com fornecedores diversos.

Entre as iniciativas nesta frente ao longo do ano, lançamos um programa para entender a diversidade das equipes que apoiam o Twitter e trabalhar unidos para alcançar nossa visão de 2025 em relação a nossa própria representação da força de trabalho. É nossa prioridade trabalhar com fornecedores que serão parceiros em nossa jornada para nos tornarmos uma empresa de tecnologia mais inclusiva, acessível e diversificada.

Em 2022, estamos empenhados em continuar a construir um programa que alavanque o poder dessas comunidades em nossa presença global.

Relatório de atuação

Em outubro, estivemos entre as primeiras empresas a assinar o Relatório da Action to Catalyze Tech (ACT) que pede que as empresas de tecnologia se comprometam com uma ação ousada e coletiva por meio de melhores práticas de fonte aberta de diversidade, equidade e inclusão.

Mais de 30 CEOs e lideranças de organizações referência em tecnologia se comprometeram a responsabilizar a si mesmos e suas empresas para acelerar o progresso rumo a maior diversidade, equidade e inclusão. O Relatório ACT - preparado em conjunto com especialistas, acadêmicos e líderes tecnológicos - traz ações relevantes baseadas em pesquisa, fornecendo ferramentas para que empresas em todos os estágios possam usar para impulsionar mudanças internas e setoriais.

Retribuindo

Estamos comprometidos em servir às comunidades onde trabalhamos e vivemos, fazendo parcerias com organizações sem fins lucrativos e grupos da sociedade civil. Aproveitamos os recursos do Twitter - de funcionários, lucros e de nossa plataforma - para trabalhar em questões que mais importam para nossa empresa, clientes e comunidades.

Em 2021, disponibilizamos mais de US $5 milhões em doações diretas a mais de 240 organizações sem fins lucrativos, ajudando-as a acelerar seu impacto comunitário em todo o mundo. Por meio de nosso Dia do Twitter For Good, em que funcionários ao redor do mundo se reúnem para gerar impacto nas comunidades locais, contamos com mais de 4.975 horas de serviço para 103 causas. Além disso, também arrecadamos US$ 4 milhões em doações para apoiar mais de 1.500 causas, incluindo US$ 700 mil para #PareComOÓdioAsiático.

No Twitter, estamos empenhados em promover conversas que apoiem a mudança social. Em 2021, ajudamos mais de 600 organizações sem fins lucrativos a ampliar suas mensagens, doando US$ 7,4 milhões em publicidade pro bono e mais de US$ 2 milhões em produtos premium pro bono. Através de nosso programa #CampaignsForChange, também nos associamos estreitamente com cinco organizações sem fins lucrativos para lançar campanhas personalizadas no Twitter sobre causas como mudança climática e HIV/Aids.

Acreditamos que a ampliação das vozes das organizações sem fins lucrativos torna nosso serviço mais diversificado, inclusivo e autêntico. Este ano, lançamos o nonprofits.flightschool.com, um portal de aprendizagem online para organizações sem fins lucrativos e organizações sociais de qualidade para elevar o nível de sua atuação no Twitter. Além disso, iniciamos uma parceria com o Twitter Arthouse para fornecer suporte estratégico criativo para parceiros e campanhas. Continuaremos a construir mais recursos e oportunidades que permitam às organizações sem fins lucrativos fazerem parte da conversa pública. 

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Próximos passos

Em 2021, fizemos um progresso significativo graças aos investimentos em nossos Grupos de Afinidade, eventos e treinamentos impactantes sobre aliança e anti racismo, além de nossas fortes parcerias externas com diversas organizações. Também desenvolvemos programas para garantir processos equitativos de contratação e definimos metas de representação significativas para nos responsabilizar pelo nosso progresso.

Mas o trabalho não para. À medida que continuamos a aprender e evoluir, ficou claro que precisamos expandir nossa equipe de I&D para integrar acessibilidade e equidade de forma mais impactante – sem ambos, o trabalho fica incompleto. Priorizar a acessibilidade nos permite garantir que estamos criando um local de trabalho onde todos, independentemente da habilidade, se sintam incluídos e tenham o que precisam para ter sucesso. Construir equidade é muitas vezes uma questão de mudança. Trata-se de derrubar as barreiras institucionais ao acesso, poder e oportunidade – e criar políticas, procedimentos e práticas que se apoiem em bases de equidade e justiça. Para refletir esse compromisso, a equipe de I&D do Twitter agora será conhecida como IDEA: Inclusão, Diversidade, Equidade e Acessibilidade – é nossa maneira de dobrar e criar um caminho a seguir.

O relatório teve como foco principal as iniciativas brasileiras de Inclusão, Diversidade, Equidade e Acessibilidade. Veja o post em inglês para conferir o relatório completo, com iniciativas de regiões ao redor do mundo.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.