Produto

Tweetando com atenção

As pessoas usam o Twitter para falar sobre o que está acontecendo e, por conta disso, as conversas podem ficar intensas em alguns momentos. Para evitar que se arrependam de Tweets publicados em casos como esses, estamos lançando avisos para incentivar as pessoas a refletir e reconsiderar uma resposta potencialmente prejudicial ou ofensiva antes de enviá-la. A novidade, que estava sendo testada desde 2020, está disponível para iOS e Android, começando com contas que tenham configurações em inglês.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Como chegamos aqui

No ano passado, começamos a testar os avisos que incentivam as pessoas a refletir e reconsiderar uma resposta potencialmente prejudicial ou ofensiva - como insultos, linguagem inapropriada ou comentários odiosos - antes de Tweetá-la. Ao receber o aviso, as pessoas tinham a oportunidade de fazer edições, excluir ou enviar a resposta como estava.

Durante os primeiros testes, em alguns casos, as pessoas acabaram recebendo o aviso sem necessidade. Isso aconteceu porque os algoritmos tinham dificuldade em detectar as nuances das conversas e não eram capazes de diferenciar entre linguagem potencialmente ofensiva, sarcasmo e brincadeiras. Ao longo do experimento, analisamos os resultados, coletamos comentários do público e trabalhamos para corrigir nossos erros, incluindo inconsistências de detecção.

Com os testes, notamos que as pessoas enviaram respostas potencialmente menos ofensivas e apresentaram um comportamento melhor no Twitter. Aprendemos que:

  • Ao receber o aviso, 34% das pessoas revisaram sua resposta inicial ou decidiram não enviá-la;
  • Depois de receber o aviso pelo menos uma vez, as pessoas escreveram, em média, 11% menos respostas ofensivas posteriormente;
  • Ao receber o aviso, as pessoas estavam menos propensas a receber respostas ofensivas e prejudiciais de outras pessoas na plataforma;

Confira abaixo o que incorporamos aos sistemas que definem quando e como enviar esses avisos:

  • Consideração da natureza da relação entre o autor e aquele que responde, incluindo a frequência que interagem. Por exemplo, se duas contas se seguem e respondem uma à outra com frequência, há uma maior probabilidade de que elas saibam como preferem se comunicar;
  • Ajustes em nossa tecnologia para lidar melhor com situações em que a linguagem possa ser ressignificada por comunidades sub-representadas e usada de maneiras não prejudiciais;
  • Melhoria em nossa tecnologia para detectar com mais precisão a linguagem inapropriada, incluindo ofensas;
  • Criação de um modo mais fácil para que as pessoas nos informem se consideraram os avisos úteis ou relevantes;
Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Próximos passos

Continuaremos a explorar de que forma os avisos - como os de respostas e de notícias - e outras formas de intervenção podem estimular conversas mais saudáveis no Twitter. À medida que expandimos o recurso para outros idiomas, nossas equipes avaliarão os comentários das pessoas que receberem os avisos de resposta no Twitter. Fique atento para mais atualizações enquanto continuamos a trabalhar para apoiar conversas mais significativas no Twitter.

Este Tweet está indisponível
Este Tweet está indisponível.

Anita Butler

‎@tapatinah‎

Director, Product Design

Alberto Parrella

‎@callmeparri‎

Product Manager

Só no Twitter